Coluna

|Planejando a Carreira - O profissional em foco - Peter Ratcliffe

Coluna

|Planejando a Carreira - O profissional em foco

Veja por autor

Criando um Relacionamento com a Língua Estrangeira

O aprendizado tem um melhor resultado quando se usam exemplos do cotidiano.
whatsapp linkedin
Publicado em 28.12.2014 - Edição 847
É cada vez mais comum a necessidade de se aprender uma língua estrangeira. Na economia globalizada do mundo atual, o conhecimento da língua inglesa é tão importante quanto a alfabetização no primeiro idioma, a matemática básica e a informática. Opções de cursos temos para todos os gostos e bolsos. Dicas e técnicas também não faltam. Mesmo com tudo isso, o mais importante ainda continua sendo a necessidade de se criar um relacionamento com o idioma que se quer aprender. 
 
Qualquer um concordaria que a melhor maneira de assimilar uma nova língua é imergir em um país estrangeiro. Essa opção, no entanto, não está disponível para todos por várias razões, como disponibilidade de tempo e recursos financeiros. Ainda assim, existem maneiras para se superar esses obstáculos e melhorar as habilidades para entender e falar outra língua. Uma das formas é se forçar a pensar em inglês, por exemplo, em situações cotidianas. 
 
Vale reforçar que esse interesse por línguas vem, muitas vezes, da curiosidade de conhecer outras culturas e, principalmente, das oportunidades que são criadas para que as pessoas tenham contato permanente com a língua em situações do dia a dia.
 
A tendência é o investimento em espaços e momentos que façam as pessoas sentirem como é a realidade em determinado local. É comum a realização de cafés da manhã, festas temáticas, entre outras ações que acabam ajudando na montagem desse cenário cotidiano. 
 
Não perca a oportunidade de estar exposto ao idioma. Mesmo que não viva num país onde a língua falada é o inglês, você pode ter acesso a ele por meio de filmes, músicas, programas de TV, CNN, livros, jornais, revistas, etc. Se o seu televisor dispuser do recurso, aperte a tecla SAP sempre que possível, ou seja, assista à programação no idioma original.
 
A exposição é a forma mais natural e eficiente de, aos poucos, adquirir vocabulário e assimilar as construções de uma língua estrangeira. Na própria internet, existem diversas oportunidades para incrementar as habilidades no idioma, como as ferramentas de busca, chats interativos e jogos online, inclusive aqueles criados para a aprendizagem de inglês.
 
Um dos segredos para um melhor desenvolvimento é, na medida do possível, tentar associar o estudo àquilo de que você gosta. Procure textos que falem sobre assuntos de seu interesse, leia e traduza as letras das músicas e cante junto com a sua banda favorita entendendo o que a canção diz, por exemplo. Indicamos o uso de seriados, por possuírem episódios curtos, continuidade e geralmente nos levarem a buscar identificação com algum personagem. Quando falamos de filmes, indicamos muitas vezes as comédias românticas por terem diálogos fáceis, previsíveis e rotineiros. 
 
É muito importante, para assegurar que haja evolução, serem estabelecidas metas de aprendizagem de curto, médio e longo prazos. Entre outras dicas que podem ser destacadas, é interessante ressaltar a disciplina (tenha contato diário com o idioma), a motivação (busque línguas que estejam dentro de seus planos, tais como viagens ou cursos que você queira fazer), a dedicação (não existe língua difícil) e o treinamento da escrita, da fala e da escuta. Enfim, seja persistente (nunca se desespere) e não tenha medo de errar, porque isso pode acabar inibindo seu aprendizado.

Rede Gestão