Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos - Carlos Alberto Valença

Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos

Veja por autor

Procura-se um bom gestor.

Cada vez mais as corporações necessitam investir na gestão para evitar os impactos da crise mundial.
whatsapp linkedin
Publicado em Sun Sep 28 12:27:00 CDT 2014 - Edição 834


É consenso no mundo empresarial que os próximos anos serão de ajustes na economia. Seja lá quem for o presidente eleito, medidas impopulares e não desejadas  deverão ser tomadas. E muitas delas, certamente, levarão em um primeiro momento, à redução da atividade produtiva e do consumo.

Neste cenário, onde será necessário fazer muito com poucos recursos, um personagem deve ser bem valorizado e disputado pelas empresas: o gestor, ou melhor, o bom gestor. Responsável pela administração dos recursos das organizações, sejam estes materiais, financeiros ou humanos. O gestor terá grandes desafios, sendo reconhecido aquele que conseguir, entre outros fatores: Elaborar o planejamento do orçamento da organização; certificar-se das origens dos recursos e acompanhar de perto a execução orçamentária, adotando os controles necessários e eficazes para correção de rumo, quando necessário.

Outras atribuições do bom gestor dizem respeito à simplificação dos processos à redução e eliminação de desperdícios; focar nos serviços e produtos mais rentáveis; antecipar-se às mudanças na economia; acompanhar os passos da concorrência e identificar as ameaças.

No campo da gestão de pessoas, o bom gestor terá que ter a habilidade de gerir sua equipe; conhecer bem o perfil de seus subordinados; identificar e aproveitar talentos internos; e buscar, quando necessário, novos colaboradores no mercado de trabalho. Cabe a este profissional motivar e ajudar a promover melhorias junto aos seus funcionários, orientando e oferecendo treinamento para que o trabalho saia corretamente.

O ideal é que o gestor seja também um líder, que suas atitudes sejam o exemplo. Mostrar bons hábitos no ambiente de trabalho faz com que os funcionários tenham mais respeito e admiração pelo gestor, isto aumenta o nível de envolvimento e colaboração.

Diferentemente da liderança, que é uma característica que já nasce com a pessoa, as boas técnicas de gestão podem ser desenvolvidas e aprimoradas com programas de treinamentos. Para isso, é fundamental identificar, através de análise estruturada do perfil do profissional e quais as habilidades que precisam ser desenvolvidas.

Outro ponto de destaque para uma boa gestão é a clareza no objetivo estabelecido e, ainda, fazer com que sua equipe tenha este conhecimento. Para alcançar essa meta, será preciso desenvolver boas qualidades de comunicação e persuasão, além de estar disponível para receber sugestões e compartilhar dificuldades, quando estas surgirem. Os resultados alcançados devem ser recompensados e as metas ultrapassadas devem ser noticiadas. Muitas vezes reconhecer o esforço é tão importante quanto os resultados.

Muitos profissionais elevam sua capacidade de trabalho quando recebem o auxílio de programas como Coaching, ou Mentoring, de carreira, que proporcionam o autoconhecimento, desenvolvem aspectos de liderança e permitem melhorias no processo decisório.

Com o mercado formado por empresas especializadas nos mais diversos segmentos, é prática da boa gestão entregar tarefas, que não fazem parte do objetivo da empresa, para especialistas que trazem melhores resultados a um custo mais atraente. Isso se aplica, por exemplo, na contratação do apoio de consultoria para avaliar o perfil de seus funcionários e recomendar planos de investimento em treinamentos que elevarão o desempenho de sua equipe. Vale muito a pena investir no autoconhecimento e planejar ações para se tornar um bom gestor.
 


Rede Gestão