Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos - Carlos Alberto Valença

Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos

Veja por autor

Os desafios de um bom líder em tempos de dificuldade econômica

whatsapp linkedin
Publicado em Thu Jan 25 13:26:00 CST 2018 -

 Um bom líder é, antes de tudo, um exemplo a ser seguido. Sua habilidade em lidar com pessoas e obter resultados através delas é um de seus principais ativos. É ouvinte, observador, sabe identificar as melhores características de seus liderados e as usa para o bem da empresa e do ambiente de trabalho. Em diferentes contextos, principalmente nos mais adversos, ele motiva a equipe, reconhece seu esforço e recompensa os resultados, administrando momentos difíceis, mostrando solidariedade e disponibilizando seu tempo e experiência para fortalecer sua equipe.     Em tempos de mudança no cenário econômico, é preciso que o líder entenda quais os desafios que irá enfrentar e quais ferramentas deve buscar para se tornar mais eficiente e produtivo. 

 
Buscar novos conhecimentos é um passo importante para enfrentar crises e dificuldades. O líder precisa inovar, desenvolver, visar o longo prazo e interpretar fatos e circunstâncias para planejar ações a serem implementadas no momento certo, com a colaboração de seus liderados. Estes, por outro lado, se sentirão engajados e aplicarão esforços para contribuir com os planos de seu líder, a quem dedicam confiança e lealdade.
 
Uma empresa que tem verdadeiros líderes em seu quadro de funcionários pode até reduzir a saída de seus colaboradores. Boas lideranças, é sabido, são um dos principais motivos de retenção dos talentos e o contrário, segundo especialistas da área de recursos humanos, tem sido uma das principais causas de troca de emprego. Um ambiente de constantes tensões e desencontros entre gestores e funcionários de fato leva as pessoas a deixarem seus postos de trabalho. 
 
Entre as preocupações que o líder deve ter em momentos de dificuldade econômica está identificar as principais ameaças ao seu negócio, agir a tempo de evitar que uma crise se estabeleça e proporcionar condições para que seus auxiliares recebam a capacitação adequada ao momento vivenciado. É preciso também admitir os erros cometidos e, junto com a equipe, elaborar um plano de ações para que eles não voltem a ocorrer. 
 
O importante é não deixar o desânimo se abater sobre a equipe. Líderes devem ser sempre otimistas, enxergar novos horizontes e transmitir confiança para seus liderados. Crises sempre existiram e é certo que as pessoas crescem após passarem por momentos de dificuldades. Novos conceitos são apreendidos, assim como novas e melhores práticas são inseridas na rotina das organizações.
 
Ser líder não é fácil, pois é uma característica que nasce com a pessoa, mas algumas técnicas de liderança podem ser ensinadas, usando como base os exemplos dos verdadeiros lideres. 
 
Revisão:
 
Marca Consultexto 02-01

Rede Gestão