Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos - Carlos Alberto Valença

Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos

Veja por autor

Como escolher o melhor perfil profissional para as necessidades da sua empresa?

whatsapp linkedin
Publicado em Thu Mar 16 08:10:00 CDT 2017 -

 Na hora de contratar um novo funcionário para sua empresa, é preciso levar em conta características que vão além da formação e trajetória do candidato. Antes de tudo, é preciso elaborar um perfil profissional que evite requisitos incompatíveis e comportamentos que não se adequem aos valores do seu negócio. 

Montar um perfil profissional que atenda as necessidades da sua empresa contribui com muitos aspectos do dia a dia dela, como a baixa rotatividade – já que funcionários satisfeitos e adequados ao serviço que realizam não procuram outras empresas, o bom clima com a chefia e a equipe e, principalmente, com a chegada dos resultados. As desvantagens da contratação sem a atenção devida a esse perfil abrangem o desgaste na convivência, desmotivação do profissional e fracasso no trabalho realizado.

Não se trata de classificar como melhor ou pior profissional, mas o que melhor se adapta a função que desempenha e, a partir daí, resolve os problemas, previne-os, responde tecnicamente pela sua área de atuação e, no futuro, pode até treinar outras pessoas e desenvolver a equipe. 
 
Para montar um perfil profissional adequado é preciso levar em conta características técnicas e comportamentais. É importante evitar filtros desnecessários e que sejam incompatíveis com a idade e formação do candidato. Por exemplo, muitas vezes a empresa pede uma experiência muito grande e limita demais a idade ou a formação da pessoa. O preenchimento da vaga se torna, então, irrealizável porque não deu tempo de o candidato desenvolver essa experiência. 
 
Além de ter a capacitação técnica adequada e experiência com as atividades que serão desenvolvidas naquela área, o comportamento do profissional também deve estar alinhado à cultura da empresa. Não adianta contratar um trabalhador com currículo brilhante, mas que não tem expertise com o tipo de trabalho do seu empreendimento. Muitas vezes um profissional que tem experiência e bom desempenho em multinacionais e é contratado para uma empresa familiar, com características muito diferentes, poderá apresentar dificuldades de adaptação.
 
Para fazer a seleção, é necessário que o avaliador tenha experiência e conhecimento profundos da empresa que apresentará para o candidato. Ele irá apresentar ao profissional os desafios que este irá encontrar, dentro da organização, deixará claro se o candidato tem condições de exercer a função para a qual está sendo selecionado. Testes de avaliação comportamental, psicológicos e psicométricos podem ajudar na hora da decisão. 
 
Quanto ao profissional, ele deve ter em mente que não pode se agarrar a qualquer oportunidade de trabalho só para fugir do desemprego. Se ele não gosta do que faz, da empresa, do cargo, se não está alinhado com o método de trabalho e os valores da empresa, certamente estará no caminho traçado para o insucesso.
 
 
Revisão:
 
Marca Consultexto 02-01
 
 

Rede Gestão