Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos

Coluna

|Gestão de Negócios - Recursos Humanos

Veja por autor

Sua empresa está preparada para negociar em inglês?

whatsapp linkedin
Publicado em Tue Nov 13 08:53:00 CST 2007 - Edição 475

          Uma das principais dificuldades para os profissionais e executivos que desejam ampliar seus negócios com empresas estrangeiras é o domínio de um segundo idioma. Na prática, a falta de fluência em uma segunda língua — normalmente o inglês — funciona como uma barreira que impossibilita as parcerias, essenciais em um mercado cada vez mais globalizado. Uma ferramenta chamada Language Audit, ou Auditoria Lingüística, ainda pouco conhecida pelos empresários brasileiros, ajuda as organizações que pretendem começar a investir na capacitação de seus profissionais. Com ela, é possível fazer um diagnóstico preciso do domínio da língua estrangeira pela equipe, traçando um plano de aprendizado mais objetivo e eficiente. Nesta entrevista, Peter Ratcliffe, sócio-diretor do Sharing English, empresa integrante da Rede Gestão, fala mais do tema.

1) O que é Language Audit?
É uma ferramenta de diagnóstico que ajuda a organização a desenvolver e implementar uma política adequada de treinamento em língua estrangeira. Responde a questões essenciais para todas as empresas atualmente: sua equipe tem competência lingüística para responder com eficiência às necessidades atuais e futuras no ambiente de negócios? Se não tem, o que deve ser feito para adquiri-la?

2) Qual a vantagem de fazer essa Auditoria Lingüística antes de contratar um curso para sua equipe ou os principais executivos?
Normalmente, o investimento em cursos de inglês sob medida para profissionais e executivos é alto. Além disso, o normal é que os alunos apresentem níveis diferentes de fluência ou que, de acordo com sua função, precisem dominar alguns aspectos específicos do idioma. Fazer esse diagnóstico permite que a empresa direcione melhor seu investimento, traçando um plano de treinamento mais objetivo e, conseqüentemente, mais eficiente e econômico.

3) Como é feita essa Auditoria?
A Language Audit pode ser feita na empresa como um todo, em um setor específico ou mesmo em um pequeno grupo. Normalmente, é composta de cinco etapas. (1) Identificação dos cargos em que o idioma é utilizado e das atividades específicas realizadas na língua estrangeira em cada um deles. (2) Definição do nível de competência desejado para a realização de cada tarefa, que pode ser diferente para cada cargo. (3) Definição do nível atual de competência das pessoas nesses cargos. (4) Elaboração do programa de treinamento que irá levar os profissionais do estágio atual para o nível desejado. (5) Apresentação, para a diretoria, de um relatório completo, por departamentos ou indivíduos, para facilitar a tomada de decisões sobre o investimento na capacitação.

4) É uma radiografia do estágio em que os profissionais da empresa se encontram em relação ao domínio do inglês?
Exatamente. A Language Audit mostra onde a empresa está, onde precisa chegar e como chegar mais rápido, economizando tempo e dinheiro no treinamento.

5) As empresas estão conscientes da necessidade de investir na capacitação de seus profissionais e executivos na língua inglesa?
As empresas estão conscientes, não há dúvida. Essa preocupação está presente no discurso dos gestores, mas nem sempre se traduz em ação e patrocínio de iniciativas de capacitação. É importante ressaltar que, para que essas ações produzam resultados, é fundamental que os líderes dêem exemplo aos liderados. Eles podem, por exemplo, submeter-se primeiro à auditoria e demonstrar claramente em suas ações que utilizam e valorizam essa capacidade.


Rede Gestão