Coluna

|Gestão de Negócios - Planejamento - Tiago Siqueira

Coluna

|Gestão de Negócios - Planejamento

Veja por autor

Por Que é Estratégico Administrar a Rotina?

Rotinas bem identificadas promovem maior eficiência e envolvimento da equipe na busca dos resultados.
whatsapp linkedin
Publicado em Sun Jul 30 12:47:00 CDT 2006 - Edição 409
Muitas organizações perdem tempo ou se prendem a detalhes desnecessários na execução de algumas tarefas por não definirem a melhor maneira de fazê-las, não terem bem estabelecidas as condições básicas para sua realização ou por não haver acordo claro sobre a divisão de responsabilidades pela execução e pelos resultados.

Quando, ao contrário, as rotinas são bem identificadas, as pessoas podem entender o encadeamento lógico das atividades e conhecer as responsabilidades internas do setor em que trabalham ou entre setores. Isso promove maior eficiência e envolvimento da equipe na busca dos resultados.

Em uma entrevista para a Revista Exame, Charles Wang, presidente da Computer Associates, disse que “Se você está prestando atenção no negócio, todas as decisões que tem de tomar são bem simples. Quando você tem de fazer uma reengenharia drástica na empresa, é porque falhou. Você não viu os sinais e está na direção errada”. Ao refletir sobre essa frase, podemos dizer que administrar a rotina é uma atitude tão estratégica quanto planejar para o futuro.

A busca contínua pela melhoria do desempenho da organização deve fazer com que os gestores se preocupem constantemente em melhorar os processos — com foco nas necessidades da clientela, reduzindo as chances de “burocratizar” a rotina e evitando retrabalhos ou desperdício. Por essa razão, é necessário que todo gestor conheça bem a rotina que gerencia (e também a rotina dos setores que impactam direta ou indiretamente sua atividade) para poder gerenciar melhor e de forma sistêmica as atividades desenvolvidas. Ele pode, inclusive, debater e definir junto com os demais gestores alternativas de melhoria das próprias rotinas, sempre com o foco em melhores resultados.

Como disse Thomas E. Woods Jr., na revista Carta Capital, “Sofisticar a gestão significa repensar direcionamento estratégico, arquitetura organizacional, estilo gerencial, competências, sistemas e tecnologia: um caminho longo e tortuoso, mas provavelmente o único que leva ao futuro”. Isso traduz a importância de as organizações estruturarem adequadamente suas rotinas para poderem dar conta do que foi planejado para o futuro, com a compreensão do que se deve fazer no seu dia-a-dia.

Rede Gestão