Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa - Tiago Siqueira

Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa

Veja por autor

Os Desafios da Empresa em Ascensão

Planejar e implantar um modelo de gestão eficiente, que dê conta da complexidade dos novos processos, é essencial para que as pequenas empresas possam se desenvolver de forma organizada.
whatsapp linkedin
Publicado em Sun Jun 10 21:51:00 CDT 2012 - Edição 714

          Crescer de modo já organizado talvez seja um dos principais desafios das pequenas empresas, principalmente daquelas que estão começando. No geral, essas organizações têm um modelo de gestão bastante interessante. É comum encontrar empresas enxutas cuja equipe é somente o empreendedor (ou os empreendedores), que faz o atendimento ao cliente e, além disso, também se organiza internamente para desempenhar as atividades administrativas e financeiras.
          Quando a empresa começa a ganhar mais espaço no mercado, aumentando o número de clientes, também aumentam, proporcionalmente, as atividades operacionais, tanto as relacionadas ao atendimento quanto as administrativas e financeiras. Nessas condições, o empreendedor sente a necessidade de começar a contratar pessoas para poder auxiliá-lo na realização das tarefas. E é a partir daí que surgem algumas dificuldades do ponto de vista da gestão, como, por exemplo:
          (1) Na medida em que vão sendo feitas novas contratações, não se faz um planejamento adequado da divisão das atribuições. Acaba todo mundo fazendo um pouco de tudo. (2) A complexidade do trabalho vai aumentando junto com as novas demandas e os instrumentos de controle começam a ficar insuficientes para manter o acompanhamento adequado do desempenho e dos resultados. (3) O foco passa a ser excessivamente o presente (dia a dia), sem pensar o futuro da empresa e sem a prática do planejamento. (4) Prazos começam a não ser cumpridos, atividades são esquecidas e alguns clientes começam a se queixar da qualidade do serviço, entre outros problemas.
          No final, a empresa acaba “inchando” (de pessoal, estrutura de custos, etc.) sem ter uma organização mínima necessária para dar conta dos resultados pretendidos. É justamente nesse momento que se torna essencial fazer uma reflexão sobre o atual modelo de gestão da empresa — quais as práticas positivas desempenhadas, dificuldades e gargalos existentes, alternativas de melhorias —, para, em seguida, planejar as mudanças necessárias e fazer os ajustes do rumo, visando o aperfeiçoamento da gestão e permitindo o crescimento da organização de modo mais estruturado.
          Os padrões de gestão estão cada vez mais competitivos e exigentes. Irão sobressair as empresas que conseguirem desenvolver modelos que busquem continuamente melhores resultados, tenham como direcionamento estratégico o aumento da sua participação no mercado (mantendo sempre o padrão de excelência), o aperfeiçoamento contínuo dos instrumentos de controle e a realização de ações que promovam o desenvolvimento da equipe e o seu sentimento de pertinência à empresa. Um desafio muito exigente, mas do qual os gestores não podem abrir mão.

 


Rede Gestão