Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa - Tiago Siqueira

Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa

Veja por autor

A Medição do Desempenho da Equipe e os Bons Resultados da Organização

Ao acompanhar e avaliar periodicamente o desempenho, a empresa pode aperfeiçoar sua gestão e melhorar os resultados.
whatsapp linkedin
Publicado em Sun Nov 05 09:09:00 CST 2006 - Edição 422
É comum encontrarmos organizações que dão conta do seu trabalho no dia-a-dia, oferecem bons serviços aos seus clientes, muitas vezes até vêem que os lucros estão aumentando, mas não avaliam (nem acompanham) o seu desempenho para chegar a esses resultados. Apenas concentram esforços para focar nas atividades cotidianas.

Isso, no entanto, não é a melhor alternativa para a organização continuar se aperfeiçoando do ponto de vista da gestão, mesmo conseguindo sobreviver e se manter no mercado. Ao passar a acompanhar o desempenho, ela pode ganhar mais consistência, já que passa a se "conhecer melhor", e, assim, aperfeiçoar o seu desenvolvimento, aumentando os resultados. Resultados estes que estão diretamente relacionados ao desempenho das suas equipes de trabalho.

Avaliar e acompanhar o desempenho da organização significa, conceitualmente, medir (quantificar) o nível de qualidade e efetividade da ação dos profissionais para chegar ao resultado pretendido por ela, com base em indicadores predefinidos como, por exemplo, operacionais, financeiros e de mercado. A adoção dessa ferramenta permite a criação de um espaço adequado para proporcionar e induzir melhorias contínuas à organização. Mas, para produzir resultados consistentes, a avaliação e o acompanhamento requerem periodicidade sistemática.

Apenas o bom desempenho das ações e os conhecimentos gerais e específicos dos profissionais não garantirão, sozinhos, o resultado desejado pela organização. É necessário cuidar de algumas outras condições, como, por exemplo: (a) a clareza dos procedimentos e rotinas necessárias para que as tarefas sejam executadas de forma adequada, assegurando o padrão de qualidade exigido e os resultados esperados; (b) as condições necessárias para o desempenho do trabalho, desde as de estrutura física e tecnológica adequadas a ações gerenciais, para poder dar conta do modelo de gestão; (c) as metas estratégicas que devem ser estabelecidas, acompanhadas e avaliadas sistematicamente; (d) um espaço instituído entre os principais envolvidos para poder fazer o acompanhamento do desempenho da organização, discutir e tomar as decisões colegiadas para garantir o seu aperfeiçoamento.

Nessa perspectiva, pelo acompanhamento sistemático do desempenho da organização, haverá um avanço natural da sua gestão. Isso deverá, inclusive, levar à adoção de ferramentas estimulantes, como, por exemplo, um sistema de remuneração variável com base na produtividade ou de participação nos resultados, que traduza o reconhecimento da empresa à sua equipe pelo esforço para garantir o crescimento. O que se faz necessário é assegurar a qualidade do trabalho, satisfazendo as necessidades do cliente e, principalmente, focando nos resultados da organização para garantir o crescimento sustentado que pode até ser moderado, mas que não deve deixar de existir sob pena de extinguir os desafios e a conseqüente motivação para avançar. Afinal, como já se disse algo parecido por aí, sem motivação não há solução.

Rede Gestão