Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa - André Cardoso

Coluna

|Gestão de Negócios - Organizando a empresa

Veja por autor

Automação de Processos nas Empresas: Esqueceram da TI!

Há pouco investimento e muita desinformação sobre os benefícios da automação de processos no setor de TI.
whatsapp linkedin
Publicado em Sun Mar 16 14:24:00 CDT 2008 - Edição 493
          É praticamente um consenso entre profissionais, empresários e gestores que a Tecnologia da Informação provocou uma verdadeira revolução nos processos internos das empresas. Hoje, ninguém mais consegue imaginar como seria administrar o seu negócio ou mesmo realizar algumas tarefas corriqueiras sem ferramentas de TI em setores como estoque, logística, distribuição, gestão de relacionamento com o cliente (CRM), vendas ou financeiro. Entre várias outras vantagens, a automação de processos permite o aumento da produtividade e da qualidade dos serviços, com otimização — redução de tempo e de custos.
          Paradoxalmente, poucos se preocupam com a automação de processos da própria área de TI. O máximo de avanço percebido no setor é a contratação de empresas para oferecer um suporte especializado às organizações. Também há um certo equívoco em relação aos sistemas de gestão empresarial (ERP). Ao implantá-los, o empresário acredita estar investindo na área de TI, quando, na verdade, o beneficiário é o próprio setor automatizado. Em síntese, há pouco investimento e muita desinformação sobre os benefícios que a automação de processos no setor de TI pode proporcionar às organizações.
          O setor de TI é responsável pela manutenção dos sistemas ERP, pelo gerenciamento de estações e servidores, pela emissão de relatórios de inventários de equipamentos e programas, pelo suporte a usuários (em diferentes locais e até fora da empresa), pela gestão proativa de questões de segurança (atualizações, correções, disponibilidade e confidencialidade), entre dezenas de outras tarefas. Sem automação de processos, essas tarefas não são feitas ou são feitas apenas quando se tornam um problema. Ou seja, o setor de TI está sempre "correndo atrás do prejuízo", como aconteceria em qualquer área que não dispõe de ferramentas adequadas.
          Uma das vantagens da automação de processos é que ela assegura o registro de todas as ocorrências e todos os problemas, assim como das soluções encaminhadas, levando a uma monitoração mais eficiente dos processos internos. Também permite um acompanhamento rotineiro, evitando os prejuízos e a perda de produtividade causada pelas falhas no sistema. Viabiliza o controle dos ativos (programas e equipamentos), documentando as informações para fins de inventário e auditoria.
          O ganho de tempo é mais uma vantagem significativa, pois as tarefas não são realizadas manualmente ou de forma isolada. O suporte eficiente fora do escritório ou do horário comercial para gestores e executivos — necessidade comum gerada pelo crescimento e dinamismo dos negócios — é outro tipo de demanda facilmente atendida com a adoção de um sistema de automação de TI.
          É fundamental que as empresas, ao investirem na automação de seus processos, não deixem de lado a área de TI. Se esquecida ou preterida, há o risco de esse setor, tão importante para assegurar o bom funcionamento das demais áreas, não atuar em todo o seu potencial como indutor ou facilitador do crescimento da organização.
Guilherme Silvestre
André Cardoso

Rede Gestão