Coluna

|Gestão de Negócios - Marketing - Nilton Lemos

Coluna

|Gestão de Negócios - Marketing

Veja por autor

A Importância de Cuidar da Imagem Corporativa

Cada vez mais as empresas estão conscientes da importância de prevenir crises de imagem e cuidar desse seu grande patrimônio.
whatsapp linkedin
Publicado em Sat Apr 26 19:01:00 CDT 2014 - Edição 812

A Comunicação Empresarial é uma atividade estratégica para todas as empresas, sejam elas públicas ou privadas. Por meio dessa atividade, são desenvolvidas ações como assessoria de imprensa, planejamento, implementação e condução da comunicação interna; tudo isso visando, como resultado, a formação de uma imagem corporativa positiva, tanto para os seus colaboradores quanto para a sociedade em geral.

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford (2002), a reputação de uma empresa pode corresponder a cerca de 40% do seu valor de mercado, isso a partir da percepção que os consumidores, fornecedores, empregados, investidores e a comunidade em geral têm sobre uma organização. A pesquisa aponta ainda em relação à empresa a questão da credibilidade, qualidade de produtos ou serviços e responsabilidade social, entre outros pontos.

A construção da imagem corporativa é um trabalho de médio a longo prazo e que necessita de muito planejamento. É importante que os profissionais de comunicação e gestores estejam sempre atentos a como a sua empresa e/ou cliente estão sendo vistos pelos funcionários, pela sociedade e pelos formadores de opinião. Com ações de marketing e publicidade, por exemplo, a empresa consegue aumentar sua participação no mercado e dar mais visibilidade aos seus serviços e produtos. Mas é necessário se criar um relacionamento que gere juízo de valor para a formação de uma imagem corporativa consistente junto ao cliente.

Agora, o pior é que muitos dos problemas que acabam gerando impactos na imagem de uma empresa são totalmente previsíveis. São fatos recorrentes do seu setor de atuação ou presentes no seu dia a dia. Segundo dados do Institute for Crisis Management (EUA), de todas as crises corporativas registradas no país nos anos 1990, apenas 15% foram geradas por fatores imprevisíveis. Logo, em 85% dos casos, seria possível evitá-los ou minimizar seus efeitos negativos.   

Isso é possível com atitudes simples, como a criação de um comitê de crise, que se reúna periodicamente para discutir episódios ligados ao setor de atuação da empresa. Esses encontros acabam servindo como um treinamento, que ajuda na hora do episódio real. Ter profissionais experientes em comitês de crise, principalmente nas áreas jurídica, de comunicação e gestão em geral, é bastante positivo.

Além de pensar como construir e sustentar uma imagem positiva diante de um público de interesse, que já é uma tarefa nada fácil, as empresas devem estudar a melhor maneira de garantir que sua mensagem chegue corretamente ao público final, sem falhas de comunicação e interpretação. A imprensa é uma grande aliada nesse trabalho, basta saber como se comunicar com os jornalistas e não ir para uma entrevista na defensiva, mas com argumentos e justificativas bem estruturadas.

 


Rede Gestão