Coluna

|Gestão de Negócios - Marketing

Coluna

|Gestão de Negócios - Marketing

Veja por autor

Construindo uma Estratégia para sua Carreira

whatsapp linkedin
Publicado em Sun Aug 07 14:06:00 CDT 2005 - Edição 358
Muitas empresas costumam fazer um exercício básico ao final de cada ano — o planejamento estratégico. Traçam objetivos a curto, médio e longo prazos, avaliam suas forças e fraquezas no mercado e criam as condições necessárias para se tornarem mais competitivas e eficientes. Mas ainda são poucos os profissionais que percebem a importância de adotar essa mesma estratégia para suas carreiras. "Pensar, planejar e definir objetivos para sua vida profissional é uma atitude indispensável", assinala a consultora Georgina Santos, diretora da Ágilis Tecnologia em RH, empresa integrante da Rede Gestão.

Consultora em estratégia profissional, Georgina acredita que a maioria das pessoas ainda tem uma postura passiva em relação às suas carreiras. "É comum o profissional entrar em uma empresa e se deixar levar pelo acaso. Algumas vezes não está satisfeito com o emprego, outras tem vontade de mudar de área ou mesmo se sente frustrado com sua atividade, mas 'vai levando'". Essa passividade — analisa —, longe de garantir segurança e estabilidade, pode causar problemas a médio prazo: insatisfação crescente e diminuição de seu potencial de empregabilidade.

"Assim como uma empresa planeja o seu futuro para se tornar mais competitiva, o profissional também tem que pensar estrategicamente a sua carreira para continuar sendo empregável, aproveitar as melhores oportunidades e se manter sempre motivado", opina. O exercício é exatamente o mesmo. A consultora afirma que o profissional deve traçar sua estratégia para um período de curto, médio e longo prazos — tentando responder a perguntas como "O que quero fazer?", "Onde quero estar?" e "O que devo fazer para alcançar esses objetivos?". A partir daí, investigar quais são as oportunidades e os desafios, mapear suas forças e fraquezas. "É importante definir os desafios para cada ano, planejando suas metas e prioridades, e acompanhar o andamento desse projeto pelo menos uma vez ao mês", orienta.

Em síntese, planejar estrategicamente sua carreira é tomar as rédeas de sua vida profissional, ficando menos à mercê do acaso e da instabilidade natural do ambiente de trabalho. Para Georgina, o mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico e desafiador, e ganha quem conseguir pensar à frente. "O mercado está em constante mutação, novas profissões e áreas de especialização surgem a cada dia. Ter uma visão estratégica do futuro para ver as potencialidades do ambiente e dirigir sua carreira para aproveitar as melhores oportunidades faz toda a diferença."

Na maioria das  vezes, para conseguir pôr em prática seu projeto profissional, é importante investir em uma reserva financeira. Poupar uma parte do salário, todos os meses, para financiar a estratégia. "Essa reserva dá ao profissional mais tranqüilidade e fôlego para as horas em que precisar fazer uma opção importante para a sua carreira", diz Georgina. Isso pode significar sair do atual emprego para tentar uma nova colocação no mercado ou mesmo financiar um curso ou uma capacitação. "Muita gente ainda acredita que a capacitação deve ser uma responsabilidade exclusiva da empresa quando, na verdade, pode e deve, também, ser um investimento do próprio profissional em sua carreira", assinala.

Para a consultora, planejar estrategicamente a carreira pode parecer, a princípio, algo difícil de ser colocado em prática. Mas não é. "O começo é desafiador, mas, com a elaboração sistemática e um monitoramento eficiente, o projeto vai melhorando e se consolidando. Quanto mais a pessoa trabalha na sua estratégia profissional, mais consistente ela se torna."

Rede Gestão