Coluna

|Gestão de Negócios - Dicas Financeiras - Evyo de Melo

Coluna

|Gestão de Negócios - Dicas Financeiras

Veja por autor

Aumento dos custos na área de saúde

whatsapp linkedin
Publicado em Thu Dec 21 13:41:00 CST 2017 -

 Ao longo dos últimos anos, temos acompanhado com muita apreensão o aumento dos custos na área médica, principalmente com os altos reajustes que têm sido aplicados nas taxas dos planos de saúde. E aí cabe sempre a pergunta: Porque os custos na área de saúde aumentam de maneira tão intensa? Afinal, porque o índice da inflação médica tem sido sempre bem mais alto que os demais índices de inflação setoriais?

 
Podemos apontar quatro fatores como sendo determinantes e que contribuem de maneira mais severa para o aumento dos custos da área de saúde, quais sejam:
 
Em primeiro lugar, apontamos o Incremento de Novas Tecnologias no setor de saúde. Os novos tratamentos, as novas medicações, novos exames de alta complexidade e novas técnicas cirúrgicas como cirurgias laparoscópicas ou até mesmo cirurgias robóticas, são exemplos de incremento de novas tecnologias.
 
Em segundo lugar, podemos citar a Longevidade da População. A expectativa de vida tem crescido ao longo dos últimos anos e, como sabemos, os tratamentos de doenças numa idade mais avançada normalmente têm custos bem maiores.
 
Apontamos ainda o Perfil Epidemiológico da população como sendo um outro fator relevante nesse aumento dos custos. Antigamente, o tratamento das doenças de base da população se davam principalmente com doenças infectocontagiosas que tinham custos mais baixos. Atualmente, os tratamentos de doenças crônicas como, por exemplo, as doenças coronarianas, as doenças renais, as doenças respiratórias e até mesmo os tratamentos oncológicos, tem custos bem mais altos, e isso acarreta também num agravo nos custos da área de saúde.
 
E por fim, o quarto ponto é a Frequência da Utilização por Parte dos Beneficiários. Existe um consumo muito grande da área médica. Eu costumo dizer que alguns beneficiários nós não chamamos mais nem de pacientes, mas de consumidores de medicina. Existe uma frequência muito grande da utilização e com isso os custos da área de saúde vão ficando cada vez maiores.
 
Este quarto e último ponto que citamos acima, é o único que podemos focar para realizar um trabalho educacional e de conscientização para que a população passe a utilizar os serviços médicos de modo racional e de acordo com a real necessidade do tratamento. Por esse motivo, considero que seja extremante importante um trabalho de orientação para os beneficiários dos planos de saúde, bem como que seja habitual a prática de uma medicina preventiva, evitando-se em muitos casos, a utilização de uma medicina curativa. 
 

Rede Gestão